Para alguns estudiosos da história das histórias em quadrinhos, o Capitão América (1940) teria sido um exercício preparatório de Jack Kirby (1917-1994) e Joe Simon (1913-2011), no caminho da criação do Stuntman (1946).

O sentido dessa afirmação reside no fato de que, nas únicas três histórias conhecidas desse irmão menos famoso do Capitão América, a dupla teria atingido uma maturidade significativa em seus recursos narrativos e na elaboração mais sofisticada de seus enredo. Particularmente, na construção desta história que acabamos de ler, a referência narrativa são os contos de detetive ágeis de autores como Dashiel Hamett (1894-1961) e Raymond Chandler (1888-1954), autores tremendamente influentes à época da criação do Stuntman.

Simon e Kirby escreveram, desenharam e editaram uma ampla gama de aventuras em quadrinhos de diferentes gêneros, indo da ficção científica e do terror a histórias humorísticas e românticas. Uma parte significativa da produção dessa parceria aparecerá em diversos volumes da nossa coleção de quadrinhos para celular. E receberá uma edição exclusiva em breve!

Comentários? Dicas? Sugestões? Críticas?

Use o formulário abaixo para falar com a gente!

Obrigado!